Histórico

  1. 1988

    Fundação: O Banco foi constituído em 28 de setembro de 1988, pela família “Ermírio de Moraes”, como uma distribuidora de títulos e valores mobiliários, sob a forma de sociedade limitada, com a denominação Baltar Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários
    Ltda., denominação posteriormente alterada para Votorantim Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.

  2. 1991

    Banco múltiplo: Em 25 de fevereiro de 1991, o Banco se tornou uma sociedade por ações e obteve, em 12 de agosto do mesmo ano, autorização do Banco Central do Brasil para funcionamento como banco múltiplo, sob a denominação Banco Votorantim S.A.

  3. 1996

    • BV Financeira: Em abril de 1996, foi constituída a BV Financeira S.A. – Crédito, Financiamento e Investimento para atuação no financiamento a consumidores pessoas físicas.
    • Votorantim Corretora: Ainda no mesmo ano, o Banco passou a atuar nas atividades de intermediação pela constituição da Votorantim Corretora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. (“Votorantim Corretora”).
  4. 1997

    BV Leasing: Em 1997, foi constituída a BV Leasing Arrendamento Mercantil S.A., tendo como atividade a prática de operações de arrendamento mercantil (“BV Leasing”).

  5. 1999

    Votorantim Asset Management (VAM): Em 1999, foi constituída como subsidiária do Banco a Votorantim Asset Management DTVM Ltda. (“BV Asset”) para atuação em administração e gestão de fundos.

  6. 2002

    Bahamas: Em 20 de fevereiro de 2002, o Banco obteve licença do Banco Central das Bahamas para realizar operações bancárias naquele país.

  7. 2007

    Votorantim Corretora de Seguros: Com o intuito de ampliar a oferta de produtos e serviços a seus clientes, em 02 de agosto de 2007, o Banco constituiu a Votorantim Corretora de Seguros S.A. para atuação no mercado de corretagem de seguros.

  8. 2009

    Parceria Banco do Brasil: Em janeiro de 2009 foi estabelecida uma parceria com o Banco do Brasil, que adquiriu da Votorantim Finanças S.A. 49,99% do capital votante, correspondente a 50% do capital social total do Banco Votorantim. A parceria foi estabelecida com forte racional estratégico e visão de longo prazo, permitindo a exploração de oportunidades de negócios em diversos segmentos.

  9. 2012

    Aumento de Capital: Em 2012, os acionistas decidiram realizar um aumento do capital social do Banco no montante de R$2,0 bilhões, após um período de crise de inadimplência, com o objetivo de manter a capitalização do Banco em níveis adequados.

  10. 2014

    Início da transformação digital do BV: Desde 2014, o Banco tem ampliado investimentos em tecnologia e dados, na mudança da cultura corporativa e diversificação dos negócios para tornar o Banco cada vez mais conectado com o ecossistema de fintechs e startups. A trajetória de inovação do Banco tem sido implementada por investimentos diretos e/ou parcerias estratégicas com sociedades que estrategicamente diversificam os negócios e
    impulsionam a transformação digital do Banco.

  11. 2016

    Investimentos em startups: Em 2016, o Banco realizou aporte no fundo de venture capital BR Startups, que atualmente possui investimentos em diversas empresas, entre elas “Quero Quitar”, “Yalo”, “Olivia”, “Carflix”.

  12. 2017

    Novas parcerias com startups: Durante o ano de 2017, o Banco estabeleceu parcerias com o “Portal Solar” e “Guiabolso”.

  13. 2018

    • Expansão nas parcerias com startups: e, em 2018, com a “Yalo”, “Olivia”, “Avonale” e “Weel”, além de realizar aporte no fundo de venture capital “Monashees”.
    • BV Lab: Também em 2018 foi criado o BV Lab, laboratório de inovação dedicado a conectar a instituição com novas tecnologias e a melhorar a experiência dos usuários dos serviços do Banco.
    • Neon Pagamentos: Em maio de 2018 foi divulgado o início de parceria estratégica com a Neon Pagamentos, pela qual o Banco assumiu os serviços de custódia e movimentação das
      contas de pagamento da Neon. Pelos termos da parceria, as partes se comprometeram a desenvolver um conjunto de iniciativas no mercado de banco digital, mantendo independência nas operações e buscando alavancar suas fortalezas, dando um importante passo na estratégia de diversificação de negócios e transformação digital do Banco.
    • Integração Votorantim Corretora e Votorantim Asset: Ainda durante o ano de 2018, houve a integração das atividades da Votorantim Corretora com a BV Asset, passando a BV Asset a atuar, adicionalmente, como participante de negociação pleno – PNP admitido na B3.
    • Alteração do seu objeto social da BV Leasing No final do ano de 2018, a BV Leasing submeteu ao Banco Central do Brasil pedido de autorização para alteração do seu objeto social e natureza da companhia, a partir da inclusão de carteira comercial, para que o conglomerado passe a contar com dois bancos múltiplos em seu grupo econômico, que possibilitará a segregação da atuação de banco comercial digital da atuação de banco comercial tradicional.
  14. 2019

    • Aquisição da Just: Em 2019, o Banco consolidou investimentos relevantes, dentre os quais se destacam a aquisição da marca e plataforma de crédito pessoal online “Just”.
    • NaPista:Início do piloto da plataforma de revenda automotiva “NaPista”.
    • Reposicionamento da marca: O Banco comunicou, ao final do ano de 2019, a mudança de sua marca de “Banco Votorantim” para “banco BV”. A reestruturação da identidade visual e a adoção da marca “banco BV” tem como um de seus objetivos de evidenciar ainda mais o cliente como centro dos negócios e do propósito do Banco. Por isso, além de um
      posicionamento de comunicação mais próximo e focado nas pessoas, a instituição criou a Diretoria de Clientes e Inteligência de Dados.
    • Lançamento da BVx Em 2019, foi oficialmente lançada a unidade de negócio de inovação do banco BV, a BVX, para gerar valor por meio da conexão do Banco BV com o ecossistema de startups, utilizando-se de co-criação, desenvolvimentos proprietários e investimentos em parcerias.